Estamos contratando: Quer ajudar a melhorar o mundo com tecnologia?

Fintechs no seu dia a dia

O que é uma fintech?
Business

Fintechs no seu dia a dia

Fintech é o termo usado para se referir a inovações no espaço financeiro em conjunto com a tecnologia. Normalmente, o termo se refere a empresas ou serviços que utilizam tecnologia para fornecer serviços financeiros a outras empresas ou consumidores finais.

Você pode não reparar que esteja participando de uma revolução tecnológica quando transfere R$ 10,00 para o seu amigo pelo PicPay ou realiza a contratação de um seguro de vida pelo Nubank, mas tudo isso tem relação com esse termo que vem sendo utilizado cada vez mais.

Seja comprando um café, ganhando dinheiro de volta (cashback), em uma compra online ou até mesmo administrando suas finanças pessoais ou empresariais, as Fintechs estão cada vez mais presentes no nosso dia a dia em 2021.

O que é uma Fintech?

Fintech é um termo usado para descrever a união de serviços financeiros com a tecnologia. Ou seja, é uma indústria que tem cada dia mais adeptos por conta da facilidade que traz ao cotidiano dos consumidores em um assunto muito delicado: o dinheiro. As fintechs abraçam toda a cadeia do mercado, desde empresas até consumidores.

Em termos gerais, fintech é qualquer empresa que usa meios tecnológicos como internet, celulares, iOT, computadores e serviços em nuvens para conectar pessoas com objetivos como: comprar qualquer tipo de item; e transferir/receber dinheiro ou ativos financeiros.

A revolução é gigante! Você pode comprar ações no mercado financeiro americano do seu quarto apenas pelo seu celular. Pode acompanhar por um aplicativo as movimentações de mercados futuros de commodities e outros índices internacionais que norteiam o mercado financeiro de cada país.
Já pensou contratar um plano de saúde, seguro de vida, seguro auto, seguro lavoura ou seguro imóvel tudo pelo celular? Pois é, atualmente tudo isso é possível tirando a burocracia cansativa desses processos, tornando fácil e prática essas atividades para qualquer tipo de consumidor.

Fintech é o futuro do setor financeiro

As funcionalidades disponibilizadas pelas Fintechs estão mudando a forma como muitos consumidores organizam e gerenciam suas finanças. Promovendo, assim, educação financeira em locais onde este tipo de conteúdo não é ensinado para as pessoas (como no Brasil).

Para cerca de 2 bilhões de pessoas em todo mundo sem contas bancárias, as Fintechs oferecem uma opção ágil para essa imersão em serviços financeiros. O grande objetivo é dar aos consumidores controle e transparência às suas vidas financeiras, sem o monopólio dos bancos tradicionais. A concorrência vem fazendo com que empresas deste setor se tornem mais competitivas, enxutas e que prestem atenção na dor do usuário de forma completa (e não apenas cobrando taxas que ficam nos asteriscos dos contratos – se é que você me entende).

Exemplos de Fintech

Você tem ideia de como uma fintech está sendo usada em 2021 e quais são alguns de seus usos tradicionais? Então, vamos ver alguns exemplos:

1. Plataformas de crowdfunding

Empresas como Vakinha, Patreon, Catarse e outras ilustram a variedade de fintechs fora do banco tradicional.

As plataformas de crowdfunding permitem que usuários da internet enviem ou recebam dinheiro de terceiros através da plataforma. Além disso, elas permitem que indivíduos ou empresas juntem fundos de uma variedade de fontes para diversos objetivos de forma centralizada.

Ao invés de ter que ir a um banco tradicional para obter um empréstimo, agora é possível ir direto aos investidores para apoiar um projeto ou empresa. Embora suas aplicações variem de financiamento para família e amigos a financiamento de fãs e patrocinadores, o número de plataformas de crowdfunding se multiplicou ao longo dos anos.

2. Blockchain e criptomoedas

Criptomoedas e blockchain são exemplos marcantes das Fintechs em ação.

Plataformas como Coinbase e Binance conectam pessoas do mundo inteiro na compra e venda de criptomoedas de todos os tipos, tamanhos e valores. Mas, além da criptografia, o serviço de segurança tem mecanismos que evitam fraudes, mantendo a consistência e registros das transação.

Embora o uso de criptomoedas e da blockchain tenha críticas negativas e positivas, elas certamente tiveram um forte avanço no mundo dos investimento nos últimos anos.

3. Pagamentos móveis

De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Cartões de Créditos e Serviços (Abecs), entre os meses de janeiro e setembro de 2020, os brasileiros movimentaram R$1,38 trilhão. A pandemia trouxe um crescimento exponencial ao setor, possibilitando que as empresas inovem em novos serviços e em formas de interagir com os clientes.

Se você é empresário ou profissional autônomo, lembra como era a única forma de cobrar o seu cliente? Você precisava ter CNPJ e conta PJ em um banco para poder emitir um simples boleto. Caso contrário, você teria que entrar em contato com bandeiras ou adquirentes para, apenas assim, poder ter uma maquininha de cartão. Hoje, você pode emitir boleto no seu banco digital e solicitar uma maquininha super moderna pela internet na sua conta física ou jurídica. Isso não é mágica, são as Fintechs trazendo facilidades para o dia a dia.

Algumas empresas que facilitam a vida do consumidor nesse sentido são: Sumup, PagSeguro e muitas outras que são exemplos de Fintechs.

4. Seguros

Aqui, neste tópico, a briga é grande! As Fintechs causam dores de cabeça no setor de seguros.

Na verdade, no setor de seguros, as Fintechs são chamadas de Insurtechs, as quais passaram a incluir desde seguro de carro até seguros para proteção de dados.

Inclusive, essas startups estão atraindo cada vez mais investimentos. Um exemplo disso é a Oscar Health, que hoje é uma gigante do setor nos Estados Unidos.

Conclusão

Mesmo que já tenham grandes players no mercado, ainda existem oportunidades imensas para ideias inovadoras e soluções que, de fato, facilitem a vida financeira do consumidor, ajudando a gerenciar seu dinheiro, consumindo bens ou investindo.

O objetivo de uma Fintech deve ser (basicamente) facilitar a vida do usuário. Aqui na Luby, desenvolvemos vários projetos de Fintech que colhem grandes resultados no mercado americano, como o Papaya e a Usend. Se você tem interesse em desenvolver um projeto nesse setor, pode falar com um dos nossos especialista através deste link.

Leave your thought here

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *